chevita GmbH

chevita GmbH Tierarzneimittel

 
Reunião de tricomonas em forma de pontos na garganta dum pombo que não sofreu qualquer dano

Reunião de tricomonas em forma de pontos na garganta dum pombo que não sofreu qualquer dano.



Focus ocultos profundamente nos tecidos do fígado

Vêm-se aparecer no fígado grandes focos gordurosos delimitados, compostos de camadas que apresentam numerosas semelhanças com os do céu da boca e que estão profundamente enterrados no órgão. Isto provoca a morte dos tecidos orgânicos.
Pombos correios com o fígado estragado nunca mais são capazes de participar em concursos.

Doenças do tracto digestivo


Tricomoníase (Muguet)


A Tricomoníase está disseminada por todo o mundo, e afecta qualquer colónia. É uma doença particularmente temida no período da criação por causar perdas numerosas.

Agente patogénico:
O tricomona gallinae é um protozoário flagelado monocelular e móvel. Quase todos os pombos são portadores de tricomonas, que vivem nas mucosas do bico e da garganta, no esófago e no papo. Os pombos infectados expelem os parasitas na saliva e nas fezes. Os pombos adultos infectam os borrachos quando os alimentam.

Sintomas:
Nos pombos adultos e nos jovens, há uma notória diminuição da vitalidade, relutância em voar, diarreia e vermelhidão da mucosa da garganta. Conforme a infecção progride, aparecem manchas amarelas na mucosa palatal, que progridem para lesões com depósitos caseosos amarelados. Não devem arrancar-se estas lesões, pois há risco de hemorragia.
Os borrachos ainda no ninho desenvolvem infecção na região do umbigo, com formação de abcesso que pode propagar-se aos órgãos internos. Com cerca de 10-14 dias de idade, pode observar-se a existência de problemas intestinais, com fezes líquidas e de odor forte, bem como sinais de um crescimento insuficiente, enquanto os borrachos pedem constantemente comida.

Diagnóstico:
A existência de tricomonas é comprovada por exame microscópico de amostras de secreções da mucosa da faringe ou do papo de um pombo vivo ou recentemente morto. É possível identificar a doença num cadáver até 20 horas após a morte.

Outras doenças semelhantes:
Nos pombos adultos, o aparecimento de pontos brancos na parte posterior da garganta não indica tricomonas foci. Estes nódulos firmes, brancos ou cinzento-amarelados são cálculos salivares (sialolites), formados por secreções glandulares. São benignos e não devem ser retirados para não causar sangramento.

Tratamento:
Quando diagnosticada a existência de tricomonas, devem tratar-se todos os pombos da colónia simultaneamente com chevi-col®+.
Se for necessário aumentar a quantidade da água da bebida, no período de choco ou durante os meses mais quentes, não deve diluir-se a água que contém medicação. Quando esta terminar, deve dar-se água fresca.
Não fornecer água para o banho durante o período do tratamento.



 

Tricomoníase

Plano de tratamento para aplicação de chevi-col®+

Duração do tratamento
1a Semana
2a Semana
3a Semana
4a Semana
Dias
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
Tabela de controlo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
X chevi-col® água da bebida
X
X
X
X
X
X
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O vitin® água da bebida
ou comida 
 
 
 
 
 
 
O
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O miral água da bebida
ou comida 
 
 
 
 
 
 
 
 
O
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
X parafectans desinfecção
X
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


X tratamento necessário
O tratamento de apoio (opcional)


Tricomoníase - Quadro de quantidades para a colónia


Produto e duração
do tratamento
Posologia
Quantidade total
(tratamento completo)
para 100 palomas
X chevi-col®+
   6 dias
2 saquetas por 2 litros água
ou
1 cápsula por
pombo / dia
bolsas
embalagens
cápsulas
embalagens
30
3
600
6
O vitin®
   1 dia 
20 ml por 2 litros
água ou ração
para 40 pombos
ml

frascos
50

1
O miral
   1 dia
20 ml por 2 litros
água ou ração
para 40 pombos
ml

frascos
50

1


Cálculo: 
Quantos pombos irão ser tratados?    




Privacy Policy | Colofónia
© 1996 - 2017 chevita GmbH